O Deserto faraónico do Sul do Tejo

24 Maio 2007

 mariolinoota.jpg

Nem vou fazer comentários sobre estas afirmações do Ministro Mário Lino, o mesmo que disse ser Engenheiro, mas daqueles inscritos na Ordem para risada geral do país. Tenho pena de também não publicar aqui a continuação, em que metia corpos sem pernas e braços, cancros e outras atrocidades “fatais”.

“Fazer um aeroporto na margem Sul seria um projecto megalómano e faraónico, porque, além das questões ambientais, não há gente, não há hospitais, não há escolas, não há hotéis, não há comércio, pelo que seria preciso levar para lá milhões de pessoas”. “Aeroporto na margem Sul do Tejo seria uma espécie de Brasília do Norte do Alentejo”.

Anúncios
%d bloggers like this: